UVAS, VINHOS E HARMONIZAÇÕES

LN-MinhaCasa


Depois de um dia estressante, para beber com as amigas ou brindar em um jantar o vinho é sempre bem-vindo.

vinhos4

Além de fazer bem ao coração, a bebida também é combina com todos os eventos e estações do ano. Nos dias mais frios acompanha bem o fondue ou uma massa. Mas a dúvida que sempre fica é: como acertar na escolha? Veja as dicas!

Cabernet Sauvignon

Com essa uva, faz-se os tintos de Bordeaux (França), nos quais geralmente mistura-se também uvas Cabernet Franc, Merlot e Malbec, entre outras, para equilibrar estrutura e sabor e torná-lo refinado. Os melhores vinhedos do Médoc (França) originam vinhos intensos e concentrados, de longo envelhecimento. Comum na Austrália, África do Sul, Califórnia (EUA), Itália e Portugal. No Chile, Brasil, Nova Zelândia e Espanha origina tintos mais leves.

Cabernet Franc

Variedade de uvas tintas da região de Bordeaux, na França. É bastante parecida com a Cabernet Sauvignon, porém de paladar mais delicado. Pode produzir vinhos em cortes (mistura) com outras uvas, como Malbec, Merlot e Cabernet Sauvignon. É a principal uva do famoso Châteaux Cheval Blanc e, no vale do Loire, participa da elaboração dos vinhos rosés de Anjou.

GRUPO SAUDE

Merlot

Utilizada em vinhos Saint-Émilion e Pomerol, é cultivada em Bordeaux (França). Às vezes, entra na composição de outros tintos, como Cahors e Languedoc-Roussillon, principalmente na região de Médoc (misturada com Cabernet Sauvignon e outras). Dá bons resultados no nordeste da Itália e Suíça. Cultivada também na Nova Zelândia, Califórnia e Austrália.

Riesling

A grande uva alemã, que dá bons vinhos secos ou doces (com bom equilíbrio doce/ácido). Aromas delicados e florais. Largamente produzida na Alsácia, Alemanha e Áustria. Na Austrália e Califórnia (EUA), são famosas as videiras de “podridão nobre” (o fungo Botrytis cinerea, que ataca a casca das uvas).

curtirFB

Syrah

Possui uma coloração roxa intensa e um aroma bastante complexo capaz de produzir vinhos de grande qualidade. A Syrah evidencia aromas e sabores diferentes caso esteja plantada no vale do Ródano na França ou na Austrália. No primeiro caso, predominam aromas de framboesas, fumo, caça e especiarias, enquanto no segundo surgem frutos muito maduros, compotas e chocolate. Na África do Sul é conhecida como Shiraz.

vinhos safras

HARMONIZAÇÃO

Devemos procurar um equilíbrio entre o alimento e a bebida para que os vinhos façam um conjunto harmonioso com a refeição. Vale a pena dedicar algum tempo e imaginação a isto, para que o resultado seja compensado com aprovação das pessoas que estamos recebendo em nossa casa e à mesa. A lista de vinhos é imensa, portanto listaremos algumas harmonizações básicas.

Toque na imagem para vê-la ampliada

                       Toque na imagem para vê-la ampliada

Dicas gerais de harmonização de vinho com pratos:

  • Com carne branca, harmonize o vinho de acordo com o molho da carne.
  • Tintos com taninos fortes hamonizam bem com carnes ricas em sabor como pato e linguiça.
  • Comidas terrosas pedem tintos terrosos.
  • Tem gosto de limão, harmonize com um vinho branco.
  • Comidas apimentadas combinam com vinho que não sentimos muito o álcool.

Dicas de harmonização de vinho tinto:

Tintos harmonizam bem com carne, mas a uva varia de acordo com o corte.

  • Filé harmoniza com Pinot Noir.
  • Costela de novilho harmoniza com Malbec ou Cabernet.
  • Contra filé harmoniza com Cabernet ou Syrah.
  • Filé da costela harmoniza com Cabernet ou Chianti.

Dicas de harmonização de acordo com os molhos:

Se a carne tem molho, harmonize o vinho de acordo com ele.

  • Molhos apimentados harmonizam com Riesling ou Sauvignon Blanc.
  • Molhos de limão harmonizam com Sauvignon Blanc.
  • Molhos amanteigados ou de queijos harmonizam com Cabernet ou Syrah.
  • Carnes sem molho harmonizam com:
    • carne branca como porco com Chardonnay ou Sauvignon Blanc
    • carne vermelha como vitela com Cabernet Sauvignon ou Syrah.

Harmonização-de-Vinho-com-Pizza

Dicas de harmonização com pizzas:

Seja a pizza doce ou salgada, já é uma tradição em nosso país.

Mozzarella e Margherita

Os vinhos indicados são os tintos jovens (com pouca ou nenhuma passagem pelo barril de carvalho), leves a médio corpo e com boa acidez, ótimos para acompanhar a gordura do queijo e a acidez do tomate. Um bom exemplo é a uva Cabernet Franc.

Portuguesa

Devido à pizza Portuguesa ter mais ingredientes, o vinho mais indicado é o de médio corpo aveludado, como a uva merlot. Os rótulos Salton Intenso Merlot e o Salton Classic Merlot são ótimas indicações

Calabresa e Toscana

Os vinhos mais indicados para acompanhar essas pizzas são os que possuem taninos, perfeitos para contrastar com a gordura da lingüiça. Essa característica pode ser encontrada nas uvas Cabernet Sauvignon. Bons rótulos são o Salton Classic Cabernet Sauvignon e o Salton Volpi Sauvignon Blanc.

Frango com Catupiry

A presença do catupiry deixa a pizza mais untuosa. Por isso, um frisante é a bebida mais indicada, já que limpa o paladar. Uma boa escolha é o Lunae Branco, que tem acidez e é um dei sec.

Abobrinha

O vegetal pode uma uva como a sauvignon blanc, em que a acidez está presente. Uma boa pedida é o Salton Volpi Sauvignon Blanc.

Rúcula com Tomate Seco

Agora temos o contraste do amargor da rúcula com a agridoce do tomate seco, que tal entrar com a acidez e frescor do espumante Salton Brut, uma delicia!

Atum

Os vinhos mais indicados são os produzidos com uva merlot.

Palmito

Essa pizza combina tanto com vinho branco da uva Chardonnay, como o Salton Classic Chardonnay e Volpi Chardonnay, quanto com um tinto leve, fresco e frutado, com o Salton Gamay.

Banana

Essa pizza combina perfeitamente com o espumante Salton Moscatel, que é aromático, persistente, frutado e floral.

Chocolate

Essa pizza pede um vinho mais encorpado e doce para contrastar com o sabor intenso do chocolate. Vinhos licorosos da uva Chardonnay são ótimos.

—X-X-X—

compartilhar fb

CallReceitas