TIREOIDE CUIDADOS ESSENCIAIS SÃO IMPORTANTES

TIREOIDE CUIDADOS ESSENCIAIS

COMO CUIDAR DE NOSSA TIREÓIDE

Para estar sempre em dia com nossa tireoide cuidados essenciais devem ser tomados.

A tireoide é uma glândula em formato de borboleta, localizada na base do pescoço, à frente da traqueia e logo abaixo da cartilagem tireoide (mais conhecida como pomo-de-adão). A glândula tireoide produz dois hormônios chamados triiodotironina e tiroxina, mais conhecidos como T3 e T4, respectivamente. Esses hormônios são os responsáveis pelo metabolismo do corpo, ou seja, o modo como o organismo armazena e gasta energia.

Hipertireoidismo e hipotireoidismo

Quando a tireoide funciona muito e produz hormônios em excesso, chamamos de hipertireoidismo. Quando funciona pouco ou quando ela não mais existe por ter sido removida cirurgicamente devido a um tumor, chamamos de hipotireoidismo.

Os hormônios da tireoide (ou tiroide) são essenciais para o desenvolvimento do sistema nervoso das crianças e para o controle das atividades metabólicas nos adultos, afetando a função de praticamente todos os órgãos do nosso corpo.

Sinais que podem indicar problemas na Tireoide

As Alterações na tireoide podem causar diversos sintomas, que se não forem bem interpretados podem passar despercebidos e o problema pode continuar se agravando. Quando o funcionamento da tireoide se encontra alterado, esta glândula pode estar funcionando de forma exagerada, também conhecido como hipertireoidismo, ou pode estar funcionando pouco, o que também é conhecido como hipotireoidismo.

TIREOIDE: CUIDADOS ESSENCIAIS

GRUPO SAUDE

Existem alguns sintomas gerais aos quais se deve ficar atento, pois podem indicar problemas ou alterações no funcionamento da glândula da tireoide como:

Sintomas do hipotireoidismo

A falta de hormônios tireoidianos, que é o hipotireoidismo, diminui nosso metabolismo e pode causar os seguintes sinais e sintomas:

  • Aumento do volume da tireoide, chamado de bócio.
  • Fraqueza, desânimo e cansaço fácil.
  • Intolerância ao frio.
  • Diminuição do suor.
  • Perda de cabelo
  • Ganho leve de peso (hipotireoidismo não leva a grandes ganhos de peso).
  • Pele seca.
  • Unhas fracas.
  • Dor nas articulações.
  • Redução do paladar.
  • Anemia
  • Síndrome do túnel do carpo
  • Constipação intestinal (prisão de ventre).
  • Aumento do colesterol
  • Alterações da menstruação (para mais ou para menos).
  • Disfunção erétil
  • Perda da libido.
  • Redução dos pelos da sobrancelha.
  • Hipertensão
  • Inchaços (em casos mais graves).
  • Coma (em casos graves e não tratados).

Sintomas do hipertireoidismo

Já o excesso de hormônios, chamado de hipertireoidismo, pode provocar os seguintes sinais e sintomas:

  • Aumento do volume da tireoide, chamado de bócio (pode ocorrer tanto no hipotireoidismo quanto no hipertireoidismo).
  • Excesso de suor, mesmo em locais não tão quentes.
  • Intolerância ao calor.
  • Fraqueza das unhas.
  • Coceira generalizada.
  • Pele ruborizada e úmida.
  • Cabelos mais finos e fracos.
  • Fraqueza muscular.
  • Proptose ocular (olhos esbugalhados).
  • Palpitações e arritmias cardíacas, principalmente fibrilação atrial
  • Colesterol baixo, principalmente o colesterol HDL.
  • Hipertensão.
  • Aumento da glicose no sangue.
  • Baqueteamento digital (alargamento das pontas dos dedos).
  • Cansaço durante esforços.
  • Alterações da menstruação
  • Diarreia
  • Aumento do volume diário de urina.
  • Perda de peso.
  • Aumento da sede e da fome.
  • Osteoporose
  • Irritabilidade e ansiedade.
  • Depressão
  • Amnésia.
  • Insônia
  • Dificuldade de concentração.
  • Tremores das mãos.

CAUSAS DE HIPOTIREOIDISMO E HIPERTIREOIDISMO

As principais causas de hipotireoidismo e hipertireoidismo são as doenças autoimunes, a destacar a Doença de Graves, no hipertireoidismo, e a Doença de Hashimoto, no hipotireoidismo. A remoção cirúrgica da tireoide, ou a sua destruição por iodo radioativo também são causas comuns de hipotireoidismo.

O diagnóstico, em geral, é feito com análises de sangue, através da dosagem dos hormônios TSH e T4 livre. Nos textos sobre hipertireoidismo e hipotireoidismo explicamos com mais detalhes os efeitos do TSH sobre a tiroide.

O tratamento é feito com reposição de hormônios no hipotireoidismo, ou com drogas que inibem a produção dos mesmos no hipertireoidismo. Mas lembre-se: um médico deverá sempre ser consultado, e o tratamento não pode ser interrompido!

compartilhar fbWHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!