SUOR: EVITE O ODOR DESAGRADÁVEL

A transpiração é inevitável. Quando as temperaturas sobem o corpo superaquece e precisa reequilibrar o calor: a solução é suar. As glândulas sudoríparas retiram o fluido do sangue e leva-o para a epiderme para que a pele se refresque ao mesmo tempo que expele as toxinas.

suor-2

O que incomoda nesse processo fisiológico necessário, é o mau cheiro. O temido e odiado odor de suor acontece devido às bactérias presentes nas áreas mais afetadas pela transpiração – axilas e virilha. Nessas partes do corpo, o suor se agarra aos folículos pilosos e é consumido por bactérias e leveduras que causam o mau cheiro.

Desodorante e antitranspirante: qual é a diferença?

Partimos da distinção dos dois tipos de produtos usados para perfumar as axilas: Desodorantes e antitranspirantes. O desodorante remove o mau cheiro, o antitranspirante limita a produção de suor, fechando parcialmente os poros por onde ele sai. Um antitranspirante também pode ser um desodorante, pois o produto impede o suor e contêm fragrância ao mesmo tempo. Já os desodorantes apenas mascaram o odor corporal, perfumando o corpo ao invés de evitar a transpiração.

suor-1

Para combater o mau odor, alguns desodorantes antitranspirantes também contêm agentes antibacterianos, que ajudam a eliminar os microrganismos que causam o mau odor. A fórmula destes desodorantes e antitranspirantes ajuda a impedir a reprodução das bactérias, neutralizando o mau cheiro e prolongando a sensação de frescor. Alguns antitranspirantes e desodorantes também contêm fórmula hidratante que ajuda deixar a pele das axilas macias.

GRUPO SAUDE

Existem quatro formatos principais de antitranspirantes e desodorantes: aerosol, stick, roll-on e creme. O formato aerosol oferece a conveniência da secagem rápida, enquanto os desodorantes e antitranspirantes stick proporcionam aplicação eficiente e são recomendados para os casos de transpiração excessiva. Já os antitranspirantes e desodorantes roll-on são práticos para levar no seu kit de higiene. Para hidratar e proteger contra o suor, os cremes antitranspirantes também são boas opções.

A transpiração é um processo natural que permite esfriar o corpo quando a temperatura está muito alta, mas para evitar a transpiração excessiva e o mau cheiro, não é suficiente escolher o produto certo, mas também tomar alguns cuidados com mais frequência:

  • Lave as axilas antes de aplicar o desodorante. Um conselho trivial, mas nem sempre seguido.
  • Substitua roupas sintéticas por algodão ou tecidos que permitem à pele respirar.
  • Use antitranspirante, mesmo antes de ir dormir: usá-lo durante a noite e ao acordar, fará com que o mau cheiro seja reduzido ou eliminado.
  • Tome muito líquido, especialmente em dias quentes: uma pele bem hidratada internamente faz com que as glândulas sudoríparas não extraiam todo o fluido do sangue.
  • Aproveite alguns momentos do dia para relaxamento e com isso, baixar a ansiedade, o estresse e o nervosismo, fatores que promovem a transpiração.

Se mesmo com essas dicas o suor continuar a ser abundante e com mau cheiro, entre em contato com o seu médico: a transpiração excessiva pode ser um sintoma de distúrbios como a hiperhidrose, característica das pessoas que transpiram além do que é necessário para regular a temperatura do corpo. À primeira vista não parece tão sério, mas a verdade é que a hiperidrose pode trazer muitos problemas físicos e emocionais. As mãos de uma pessoa com hiperidrose podem estar sempre frias e úmidas e marcas de transpiração podem estar sempre aparentes nas roupas. Imagine sentir vergonha toda vez que cumprimentar alguém? Ou na hora de simplesmente levantar os braços? As pessoas afetadas estão constantemente lembrando da sua condição, e isso pode atrapalhar a vida profissional, acadêmica e social.

Ah, a forma correta de utilizar este verbo na primeira pessoa é “eu suo” (verbo suar= transpirar) e não “eu soo” (verbo soar = tocar, fazer barulho). #Ficaadica!

compartilhar fb

[sg_popup id=”16″ event=”onload”][/sg_popup]

[sg_popup id=”18″ event=”onload”][/sg_popup]