SEGURAR O XIXI É COISA SÉRIA

SEGURAR O XIXI

Faz mal à saúde segurar a urina

Se você é daquele tipo de pessoa que sempre tem uma boa desculpa para ir ao banheiro urinar, tome cuidado: você poderá sofrer sérias consequências.

xixi 3

Quando a retenção do volume urinário é algo recorrente, como em pessoas que só usam o banheiro de casa, por exemplo, pode trazer problemas à saúde. Essa retenção provoca uma distensão do músculo da bexiga, que tende a se tornar mais flácida com o passar do tempo.

Por causa da flacidez, a contração da bexiga (que ajuda a eliminar a urina) vai perdendo força, e o resultado é a redução ao longo do tempo da capacidade de esvaziamento, ou seja, fica cada vez mais complicado de segurar o xixi.

Mas a retenção pode causar infecção urinária. Quando isso acontece repetidas vezes, o sistema urinário pode ser lesado e levar a quadros de hipertensão, insuficiência renal e, em alguns casos extremos, até a morte por conta de infecções agudas severas.

beber água

De acordo com os especialistas, o indicado é ir ao banheiro a cada três ou quatro horas e tomar, ao menos, 1,5 litro de água por dia.

GRUPO SAUDE

Se após urinar você sente dor logo abaixo da barriga, depois de longas horas segurando, isso acontece porque, com a retenção, a tendência é que a bexiga faça mais força para esvaziar. Esse esforço costuma causar desconforto e, eventualmente, dor. Mas se você sente queimação quando o xixi sai, é melhor procurar um médico. Pode ser inflamação.

xixi 2

A urina, formada nos rins, é resultado da filtragem do sangue pelo órgão. É composta de água e diversas substâncias dissolvidas, como ureia, creatina, sódio, potássio, hormônios, ácidos decorrentes da queima de gorduras e açúcares e bilirrubinas.

Bengalas

Além de eliminar praticamente tudo o que não se aproveita do sangue, ela serve para manter a homogeneidade dos líquidos corporais, permitindo funcionamento dos sistemas metabólico, respiratório, digestivo, hormonal e outros.

curta-nossa-pagina-no-facebook

Fontes: Antônio Macedo Júnior, urologista e professor livre docente da Unifesp; Adriano Cardoso Pinto, urologista da Rede de Hospitais São Camilo; Flavio Trigo, urologista do Núcleo de Urologia do Hospital Sírio-Libanês.

—–x x x—–

compartilhar fb