PROTETOR SOLAR NO INVERNO É INDISPENSÁVEL

PROTETOR SOLAR NO INVERNO

Proteção necessária o ano inteiro

Além de prevenir manchas e câncer de pele, o protetor solar no inverno ele evita ressecamento da pele

Forte aliado da pele no combate às machas, queimaduras e ao câncer de pele, o protetor solar é produto indispensável. Muitos associam proteção solar ao verão ou aos dias ensolarados. Mas os perigos da superexposição aos raios ultravioletas existem até mesmo nos dias nublados e em pleno inverno. Deixar de usar o filtro solar pode trazer problemas graves como câncer de pele e lesões cutâneas graves.

Raios ultravioleta

Durante o inverno, há uma diminuição da incidência dos raios ultravioleta UVB, principais causadores dos cânceres de pele. Porém, os raios UVA, também nocivos, têm poder de penetração regular na pele. Podem causar manchas, pintas, que podem virar um câncer e o envelhecimento precoce da pele por excesso de raios solares.

PROTETOR SOLAR NO INVERNO

Roupas com proteção

Para as grandes áreas do corpo, aconselha-se também o uso de roupas com filtros UV. Elas protegem continuamente,pois nem sempre é muito fácil passar o protetor solar nessas áreas.

Os dermatologistas recomendam o fator 30 como padrão mínimo porque em geral, não obedecemos ao intervalo com que deveríamos usá-lo, daí a baixa proteção da pele, mesmo no inverno. Cabe lembrar que o tempo de proteção é variável e por isso o protetor deve ser reaplicado a cada banho e situação de suor ou, em média, a cada duas horas. É importante evitar exposição em períodos de maior intensidade solar, entre 10h e 15h, que também são perigosos no inverno.

GRUPO SAUDE

Câncer de pele

É resultante do efeito cumulativo dos efeitos da radiação solar, que pode aparecer, um, dois ou até 40 anos depois da exposição exagerada aos raios UVA e UVB e que por isso o uso do protetor solar no inverno é fundamental. Independente do clima, sofremos a incidência dos dois tipos de radiação solar, UVA e UVB, embora a UVA seja mais intensa no inverno.

PROTETOR SOLAR NO INVERNO

DifÍcil identificação precoce

O problema desta doença é que não dói, não dá sinal nenhum a não ser o aspecto físico ou o sangramento em caso de infecção, por isso, é importante ficar atento a qualquer mudança na pele. As peles claras são mais sensíveis a ação dos raios solares do que as morenas, já que estas têm maior concentração de melanina. As pessoas brancas devem usar o fator mais alto e se expor menos ao sol, já os morenos, têm menos propensão a ter problemas de pele.

curtirFB

A pele  da criança e do idoso requer proteção e hidratação mais intensas, por isso é importante observar o uso correto dos protetores e hidratantes e uso de roupas com filtro UV de boa qualidade e procedência.

Caso note alguma alteração em sua pele, procure seu médico para um diagnóstico mais preciso. Prevenir é mais fácil do que tratar!

compartilhar fbWHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!