PIMENTA PARA UMA VIDA MAIS LONGA

PIMENTA PARA UMA VIDA MAIS LONGA

PIMENTA AUMENTA A LONGEVIDADE

Coma pimenta para uma vida mais longa, esta é a dica.

Já se sabe de longas datas que a pimenta faz bem à saúde. 

E seu consumo é essencial para quem tem enxaqueca.

ENDORFINA – ANALGÉSICO NATURAL

A substância química que dá à pimenta o seu caráter ardido, é exatamente aquela que possui as propriedades benéficas à saúde. Elas provocam a liberação de endorfinas – analgésicos naturais extremamente potentes que o nosso cérebro produz. Quanto maior o nível de endorfina, menos dor e menos enxaqueca.

Além disso, as substâncias picantes das pimentas melhoram a digestão. EstimulaM as secreções do estômago e ainda possuem efeito antiflatulência, além de serem um potente antioxidante (antienvelhecimento) e antiinflamatório.

GRUPO SAUDE

PIMENTA E LONGEVIDADE

O consumo frequente de alimentos apimentados – principalmente com pimenta malagueta fresca – foi  recentemente  associado ao aumento da longevidade. Estudos apontam ainda que os indivíduos que consomem pimenta com regularidade, apresentam uma tendência a menor risco de morte causada por câncer, diabetes, doenças respiratórias e doenças cardíacas isquêmicas.

curta-nossa-pagina-no-facebook

UM PODEROSO PROTETOR

Aumentar o consumo da pimenta moderadamente, para três vezes por semana, pode gerar um efeito protetor. A capsaicina da malagueta tem efeitos benéficos como antioxidante, anti-inflamatório e ainda para a flora intestinal e no combate à obesidade. O alimento mais picante tem o potencial para melhorar a saúde e reduzir a mortalidade.

PIMENTA PARA UMA VIDA MAIS LONGA

REDUÇÃO DO APETITE

Além de todos os benefícios mencionados acima, pesquisas científicas mostraram que o uso da pimenta vermelha durante às refeições, proporciona ação no também no Sistema Nervoso Simpático.

Aaumenta a liberação de catecolaminas (noradrenalina e adrenalina) e consequente diminuição do apetite. A adrenalina e a noradrenalina também são responsáveis pelo estado de alerta. Por isso, a ingestão de pimenta estar também associada à melhora de ânimo em pessoas que sofrem de depressão.Recomenda-se porém, que indivíduos com problemas no trato gastrintestinal (gastrite, úlcera, hemorroidas e outros), evitem a ingestão, uma vez que a capsaicina funciona como um agente agressor das mucosas.

—–x x x—–

compartilhar fb