OS DIFERENTES TIPOS DE SAL

Quais os tipos de sal que existem?

Há mais de cinco mil anos o sal já era usado no Egito e na China, mas com uma função diferente da que lhe cabe hoje: ao invés de temperar os alimentos, ele servia para conservá-los da deterioração, pois retira água dos alimentos e assim evita que bactérias se proliferem. Como não existia geladeira, essa era a forma utilizada para conservar a comida, e assim permaneceu até o início do século XX, quando passou a ser utilizado como tempero.

OS DIFERENTES TIPOS DE SAL

O sal (ou cloreto de sódio), é um dos mais abundantes recursos naturais. É um nutriente que não é produzido pelo nosso organismo. O grande problema é que, ao consumirmos sal em excesso, podemos desenvolver problemas de saúde, como hipertensão, doenças cardiovasculares e problemas nos rins.

O sal realça o sabor dos alimentos e, por incrível que pareça, são vários os tipos, alguns mais saudáveis que outros. A seguir, os tipos de sal disponíveis para consumo e suas principais características:

Sal de cozinha iodado (refinado)

É o sal mais comum. A razão de ser chamado de iodado é que a grande maioria dos fabricantes adicionam iodo em sua composição, que é um mineral essencial para combater certas doenças. Contém altas quantidades de sódio e não apresenta outros minerais que possam ser úteis ao nosso organismo.

Sal marinho

Esse sal é obtido por meio da evaporação da água do mar. Geralmente ele possui cristais maiores do que os do sal de cozinha. Ele é considerado uma alternativa mais saudável por não passar por nenhum processo de refinação, mantendo diversos minerais em sua composição que são benéficos para o nosso organismo.

OS DIFERENTES TIPOS DE SAL

Salinas de Maras, Peru

GRUPO SAUDE

Flor de sal dos Andes

Esse sal é extraído das minas de sal na região de Cuzco, no Peru e é consumido desde a época pré-incaica. É considerado um dos melhores sal do mundo devido aos cristais de alta pureza e seu sabor forte devido à presença de ferro e outros minerais essenciais para a saúde.

Sal kosher

Esse sal tem seu nome devido ao uso no preparo da carne kosher (preparada de acordo com as tradições judaicas). Ele não é refinado, sendo de formato irregular e maior do que o sal de cozinha. Devido a suas propriedades, esse sal consegue secar melhor o sangue das carnes, sendo um dos preferidos dos chefes por conta do seu sabor natural.

OS DIFERENTES TIPOS DE SAL

Sal do Himalaia

Sal rosa do Himalaia

Esse sal é encontrado nos nas montanhas do Himalaia. Seu tom rosado se deve aos minerais presentes, principalmente o ferro. Possui um custo mais elevado, mas é considerado mais saudável e puro do que o sal de cozinha comum.

Sal negro

Também conhecido como Kala Namak, é obtido na região central da Índia em reservas naturais. Além da cor diferente, o sabor não é muito comum, lembrando o de gema de ovo. Possui uma textura crocante e é muito solúvel, sendo muito popular para receitas vegetarianas para molhos, saladas e massas.

Light

Criado para ser uma opção mais saudável que o sal comum, esse sal possui menos da metade do sódio encontrado no sal de cozinha refinado, cuja composição é de 50% cloreto de sódio e 50% cloreto de potássio. É mais indicado para pessoas que sofrem de hipertensão ou que retêm líquidos, mas deve ser evitado em caso de uma possível doença renal pela presença de potássio.

OS DIFERENTES TIPOS DE SAL

São muitas as cores e tpos

Sal grosso

Possui cristais maiores e a mesma composição que o sal de cozinha, porém não passa pelo processo de refinamento. Muito utilizado no preparo de carnes e churrascos.

Sal líquido

Dissolvido em água mineral, o sal líquido normalmente é utilizado em forma de spray para salgar os alimentos de forma mais uniforme. Tem um sabor suave e salga menos por possuir menor quantidade de sódio do que o sal convencional.

Sal temperado

É a mistura de sal grosso com ervas e/ou temperos para garantir a adição de sabor diferenciado, porém continua sendo prejudicial à saúde.

curtirFB

Apesar de realçar o sabor dos alimentos, quando consumido em excesso, pode trazer complicações. Quando o sal entra no corpo, ele é absorvido pelo intestino e vai direto para o sangue. Se é consumido em grande quantidade, cai na mesma proporção nos vasos. Como a água do corpo é sugada pelo cloreto, o organismo, na tentativa de manter o equilíbrio e normalizar a falta de água, eleva a pressão arterial para aumentar fluxo de sangue circulando. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde, os adultos deveriam consumir menos de 5 gramas de sal por dia, o que equivale a menos de uma colher (de chá) rasa.

compartilhar fbWHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!