MEDICINA ALTERNATIVA: HOMEOPATIA

A homeopatia é um método de tratamento criado pelo médico alemão Samuel Hahnemann, em 1796 e consiste em preparar medicamentos a partir de substâncias extraídas da natureza, provenientes dos reinos mineral, vegetal ou animal.

banner-002

É uma especialidade médica que trata os pacientes de uma forma global (holística) e não, exclusivamente, seus sintomas. O homeopata vê o indivíduo como um todo e tenta, através de medicamentos, mantê-lo equilibrado. O ser humano em equilíbrio consegue controlar seu estado de saúde. Essa especialidade médica, é séria, sem vínculos com misticismo, esoterismo ou religião.

As preparações básicas dessas substâncias recebem o nome de tinturas-mãe e a partir delas são iniciados os processos das diluições sucessivas. Ao processo de diluição seguido de agitação, dá-se o nome de dinamização, onde se consegue despertar na substância, a capacidade de agir sobre a força vital do organismo vivo. O efeito medicamentoso em homeopatia não é bioquímico, mas energético. A substância ao ser diluída e agitada, libera na água uma informação que ao ser pingada sob a língua, é transferida ao paciente. A informação ali contida estimula os mecanismos naturais de cura do indivíduo, levando-o da doença para a saúde, através de suas próprias condições intrínsecas.

medicina alternativa

A consulta busca entender como é o paciente quando ele está bem e quais são os mecanismos pelos quais ele adoece. Para isso, o médico escuta e busca compreender melhor o seu paciente, estreitando, muito, a relação médico-paciente, favorecendo o acompanhamento e o tratamento. O médico pode solicitar exames complementares (exames de laboratórios e de imagem como radiografias, ultrassom e outros) e a partir deles, estabelecer o diagnóstico. O tempo necessário para a realização da consulta médica homeopática dependerá basicamente da qualidade das informações fornecidas pelo paciente, a experiência do médico e os recursos disponíveis para sua realização (livros, computadores, etc).

A homeopatia avalia o paciente como um ser completo e não trata, separadamente, suas partes (seu estômago, sua cabeça, seu sono, etc). Pela sua “filosofia de tratamento”, a homeopatia busca tratar o indivíduo como um todo, equilibrando-o e, com isso, conseguindo com que o indivíduo se cure. As vazes, tem-se a falsa impressão de que os medicamentos homeopáticos são lentos em sua atuação, mas, pelo contrário, se o paciente encontra-se energeticamente responsivo, a ação é notada instantaneamente.

GRUPO SAUDE

homeopatia

O custo do medicamento homeopático normalmente é mais baixo, se comparado com os tratamentos não homeopáticos. Isso faz com que as pessoas, de forma geral, possa adquiri-los, seguir o tratamento e se beneficiar de seu poder de cura.

Como toda técnica terapêutica, a homeopatia tem seu campo de atuação e limitações. A habilidade e experiência do médico homeopata influenciam nos resultados, na medida em que os sintomas a serem tomados para a prescrição dependem de um acurado exame, em que a hierarquização realmente eficaz para cada caso depende muito mais da capacidade de percepção e julgamento do homeopata (adquiridas na prática diária) do que da erudição técnica. A colaboração do paciente, fornecendo os sintomas de forma clara e fidedigna, o uso ou não de outros produtos simultaneamente, a qualidade do medicamento homeopático e a condição genética (herdada) do paciente também são fatores determinantes do sucesso total ou parcial do tratamento homeopático.

compartilhar fb

[sg_popup id=”11″ event=”onload”][/sg_popup]

[sg_popup id=”18″ event=”onload”][/sg_popup]