FESTAS JUNINAS: Origens e tradição

FESTAS JUNINAS

Festa na Corte portuguesa no Brasil

A ORIGEM DAS FESTAS JUNINAS

O mês de junho traz consigo uma das maiores manifestações populares – as festas juninas. Elas são, em sua essência, multiculturais, embora o formato com que hoje as conhecemos tenha se originado nas festas dos santos populares em Portugal: São Pedro, Santo Antônio e São João.

As roupas caipiras

As vestimentas típicas são uma clara referência ao povo campestre que povoou principalmente o nordeste do Brasil. Do mesmo modo, as decorações com que se enfeitam os arraiais iniciaram-se em Portugal, com enfeites de papel, balões de ar quente e pólvora. Embora os balões tenham sido proibidos no Brasil, continuam sendo uma tradição em Portugal, sobretudo na cidade do Porto.

FESTAS JUNINAS

Fogueira

As fogueiras fazem parte da tradição pagã como forma de comemorar o solstício de verão. Na Idade Média, durante o processo de cristianização, a fogueira passou a ser um dos elementos da festa de São João Batista.curta-nossa-pagina-no-facebook

Foguetório

Segundo a tradição, a queima de fogos de artifício serve para despertar São João.

O mastro

Tipicamente, o mastro nas comemorações de junho é erguido com três bandeiras na ponta, simbolizando cada um dos três santos católicos ligados à Festa Junina:

GRUPO SAUDE

  • Santo Antônio (dia 13 de junho)
  • São João (dia 24 de junho)
  • São Pedro (dia 29 de junho)

FESTAS JUNINAS

As quadrilhas

As quadrilhas têm origem numa dança popular realizada por camponeses europeus durante a Idade Média. Foi trazida para o Brasil no século XIX, onde se fundiu com danças e tradições culturais brasileiras. Representa de forma animada, os principais aspectos da vida no meio rural. A quadrilha varia muito de região para região.

FESTAS JUNINAS

Pratos típicos

Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento.

Pamonha, curau de milho verde, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos. Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época, arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bom-bocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muitos outros.

Por esta razão, nesta edição estamos reproduzindo as receitas mais tradicionais no cardápio junino, com o cuidado de buscar sempre aquelas menos calóricas ou com menor quantidade de açúcar, para que você possa saborear as delícias da culinária junina, preservando sua saúde e sua forma. Delicie-se e divirta-se!

compartilhar fbWHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!