ENTREVISTA – PREVENÇÃO E CUIDADOS COM A PELE

LN-Entrevista


Esta semana conversamos com a Dra. Cláudia Peres, dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Formada pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos e especialista em beleza e estética. 

Derma5

UAU – A Dermatologia é uma especialização recente na medicina? Há quanto tempo ela existe enquanto especialidade médica?

Dra. Cláudia – Os primeiros relatos sobre enfermidades na pele ocorreram na Europa entres os séculos XV e XVI. No Brasil, a dermatologia tornou – se especialidade no início do século XX quando foi criada a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia).

UAU – Qual a principal área de atuação do dermatologista nos dias de hoje? Saúde pública?

Dra. Cláudia – A Dermatologia dedica-se exclusivamente aos cuidados com a pele, cabelos, pêlos e unhas. Recentemente, além da área clínica e preventiva, surgiram   áreas como a Cosmiatria (estética e beleza) e Cirurgia Dermatológica (remoção de pintas, cicatrizes e tumores). Essas três disciplinas exercidas pelo especialista permite alcançar a tão sonhada pele bonita e saudável.

GRUPO SAUDE

UAU – E a sua rotina profissional? Em que áreas você atua?

Dra. Cláudia – Como especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia, atuo nas áreas clínica, cirúrgica e estética, pelas quais sou fascinada. Na área clínica procuro não somente diagnosticar e tratar de patologias, como também instruir os pacientes sobre a prevenção de determinadas doenças como o câncer de pele.  Uso também a cirurgia como uma grande aliada que me permite muitas vezes tratar mais rapidamente sem a necessidade de encaminhamento a outro especialista. Além disso, não posso negar minha preocupação com a aparência e bem estar do paciente. 

UAU – Falando em pele, a primeira coisa que pensamos é na estética, e o envelhecimento e as tão temidas rugas. Existem formas naturais de retardar o envelhecimento?

Dra. Cláudia – O envelhecimento é um processo natural, inevitável e temido por todos. O controle de alguns fatores externos pode contribuir para uma aparência mais jovem. Entre eles podemos citar: 

  • Boa ingestão de água
  • Dieta rica em frutas, legumes e oleaginosas
  • Descanso e diminuição do stress
  • Evitar ingestão de álcool 
  • Não fumar 

Derma4

UAU – Além da higiene diária, existem cuidados básicos que devem ser seguidos para manter a pele sempre saudável? Estamos entrando no verão, e os perigos do sol são conhecidos por todos. Colocando de lado a praia e a piscina, quais os cuidados que devemos ter no dia a dia?

Dra. Cláudia – Para a manutenção de uma pele saudável e bonita, a hidratação e o uso de protetor solar diário são indispensáveis, assim como o check-up dermatológico periódico com os procedimentos indicados pelo especialista. Com a chegada do verão, os cuidados com a proteção solar devem ser redobrados, e a aplicação de fotoprotetor solar deve ser diária. Mesmo não estando em parques ou praia, é recomendado o uso de chapéu, roupas e óculos de sol em áreas abertas. Além disso, evite o uso de cremes à base de ácidos fortes ou procedimentos que agridam a pele. Com essas recomendações estaremos prevenindo o câncer e o envelhecimento cutâneo. 

UAU – O calor também faz mal à pele, ou somente a incidência direta do sol?

Dra. Cláudia – A radiação ultravioleta é a maior responsável pelos danos à pele. Mesmo à sombra, no interior de um carro ou dentro de casa somos atingidos pelos raios ultravioletas. Por isso, proteja-se para garantir um verão sem queimaduras e danos que podem ser irreversíveis.

UAU – No inverno temos o problema do ar que tem se tornado cada vez mais seco. Nesse caso, os cuidados com nossa pele são diferentes?

Dra. Cláudia – O inverno e climas mais secos contribuem para eliminar a umidade natural da pele, e nessas condições é muito importante dar preferência a sabonetes hidratantes, tomar banhos mornos e não demorados. Evite também o uso de buchas na pele, utilize sempre hidratantes após o banho e hidrate-se ingerindo bastante líquido.

Derma 1

UAU – Falando em hidratantes e protetores solares, existe algum problema na “auto medicação” desses produtos, ou todos os protetores disponíveis no mercado oferecem proteção equivalente?

Dra. Cláudia – Hoje em dia dispomos de uma gama enorme de fotoprotetores nas drogarias o que nos deixa até em dúvida na hora da escolha. O mercado dispõe de produtos bons e confiáveis, mas uma regra básica na escolha seria:

  • Peles muito claras pedem um filtro mais forte: Fps 50
  • Peles morenas um Fps 30 é suficiente.

Evidentemente, em uma consulta dermatológica conseguimos indicar um filtro mais apropriado a cada tipo de pele (mista, oleosa ou seca) ou mais voltado para determinadas patologias que eventualmente acometam o paciente. O importante para todos os tipos de pele é a proteção constante da radiação solar. 

UAU – Existe algum tipo de autoexame que é possível fazer em nossa pele, assim como no caso do câncer de mama?

Dra. Cláudia – Devemos fazer um auto exame visual em nossa pele periodicamente. Procure por alterações de cor, formato e tamanho das pintas. Ferimentos que não cicatrizam, sangramento de pintas e surgimento de novas são motivos para procurar um dermatologista para uma avaliação mais detalhada.

curtirFB

UAU – Em que momento devemos procurar um dermatologista?

Dra. Cláudia – O dermatologista deve ser procurado pelo menos uma vez ao ano mesmo que aparentemente não exista nenhum problema cutâneo. É importante a identificação precoce de possíveis patologias e check-up da pele, bem como da prevenção do câncer de pele. Além disso, quaisquer alterações ou distúrbios na pele, cabelos, unhas e pelos são motivos para procurar imediatamente um dermatologista. 

UAU – Sabemos que as peles de um bebê e de um idoso são igualmente sensíveis. Quais as diferenças e similaridades? Idosos tem algum problema de pele recorrente ou mais comum?

Dra. Cláudia – Tanto idosos como crianças têm a pele mais frágil e fina.  A criança tem uma pele nova, sem exposição solar prévia e sem proteção – o que as torna susceptíveis a queimaduras e brotoejas pelo calor. Já o idoso tem uma pele que sofreu uma grande perda de água e colágeno pelas inúmeras exposições ao sol que teve durante a vida. Isso faz com que tenha uma pele extremamente fina e ressecada sujeita ao que chamamos Eczema Asteatosico (coceira da pele seca). 

UAU – Que dica ou conselho você daria a nosso leitores para terem sempre uma pele sadia?

Dra. Cláudia – Proteja se muito da radiação solar, evite uso de cigarro e álcool. Procure um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e seja muito feliz. Sua pele estará saudável e radiante.

Claudia Peres

.

.Dra. Cláudia Peres é dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Formada pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos, Residência de Clínica Médica -Santa Casa –SP, Dermatologia – Instituto Lauro de Souza Lima-Bauru.

www.draclaudiaperes.dermatosbd.org.br/

.

compartilhar fb

CallReceitas