O EFEITO SANFONA: ENGORDA, EMAGRECE, ENGORDA!

O EFEITO SANFONA: ENGORDA, EMAGRECE, ENGORDA!

VOCÊ TAMBÉM SOFRE COM O EFEITO SANFONA?

Quem está ou já esteve em uma dieta sabe que manter o peso é um dos maiores desafios. Continuar com hábitos saudáveis e lutar contra a balança para não voltar ao peso antigo requer força de vontade e motivação. Mas quando isso não acontece, o famoso efeito sanfona aparece para atormentar.

POR QUE ISSO ACONTECE?

Isso acontece devido a uma série de fatores. O organismo sente que qualquer perda de peso como uma redução na capacidade calórica do corpo, então combate isso reduzindo seu metabolismo, fazendo você acumular mais calorias mesmo comendo menos. Como as dietas mais restritivas se tornam muito difíceis de manter com o passar do tempo (elas foram pensadas para semanas, meses no máximo) a tendência é que você volte aos hábitos antigos, o que vai fazer com que engorde ainda mais rápido.

curtirFB

O QUE É O EFEITO SANFONA?

O efeito sanfona nada mais é do que a perda e o ganho de peso repetidas vezes. Isso pode trazer diversas consequências ruins para o organismo, duplica os riscos de desenvolver doenças típicas da obesidade, como diabetes, hipertensão e colesterol elevado, além de aumentar a flacidez e dificultar cada vez mais um novo emagrecimento.

Outro fator importante é a memória metabólica. Quando uma pessoa passa a maior parte da vida com uma determinada forma física, o corpo se acostuma, gerando a memória metabólica. Se a pessoa passou vários anos tendo sobrepeso ou obesidade e em dado momento emagrece, o metabolismo tentará por um bom tempo, voltar ao maior peso que já teve.

Como evitar o efeito sanfona

O melhor jeito de evitar o efeito sanfona e manter o peso depois da dieta é manter hábitos saudáveis, até com a ajuda de um nutricionista para indicar qual o melhor tipo de dieta e alimentação que você deve ter. A combinação de alimentação saudável e exercícios físicos pode acabar com o efeito sanfona e ainda ajudar em outros objetivos, como a luta contra diabetes e outras doenças causadas pelo aumento de peso. Atividade física de força juntamente com treino aeróbico, além de contribuir com a queima de gordura, ajuda a aumentar a massa magra. Quanto maior for a massa magra da pessoa, maior será o gasto calórico dela mesmo em repouso e isso contribuirá muito com o fim do efeito sanfona.

GRUPO SAUDE

Dicas para acabar com o efeito sanfona

O EFEITO SANFONA: ENGORDA, EMAGRECE, ENGORDA!

Evite dietas restritivas

Ao iniciar uma rotina alimentar restritiva, o corpo, como defesa, estoca a comida escassa ingerida para manter energia no decorrer do dia. Assim que se interrompe o processo radical, o metabolismo, por hábito, continua a estocar os alimentos. A tendência é comer de tudo e em maior quantidade, levando a um novo aumento de peso.

Relaxe

O estresse está relacionado ao efeito sanfona do corpo porque, durante os momentos críticos de ansiedade, é comum a sensação de que só um chocolate será capaz de acalmar nosso coração. Quando ficamos estressados, o organismo dispara a produção de cortisol. Este hormônio, em grande quantidade, faz com que o apetite aumente, cresce o desejo por doces e massas brancas.

Coma em intervalos regulares

Um dos segredos para manter a forma é alimentar-se em intervalos regulares. Jejum não é sinônimo de emagrecimento. Ao ficar longos períodos sem comer, aumenta-se consideravelmente as chances de exagerar na próxima refeição. Para não dar chance ao efeito sanfona, faça pequenos lanches a cada 3 horas.

Escolha os alimentos certos

Troque a batata normal pela batata-doce, que é um carboidrato de baixo índice glicêmico. Isso manterá a sensação de saciedade por mais tempo. Carregue sempre algumas nozes ou castanhas, de modo geral, apresentam ômega 3, 6 e 9, que colaboram com a saciedade. Na hora que a fome apertar, coma duas castanhas.

Valorize o prato

Sempre que possível inclua as fibras nas refeições, que funcionam como uma esponja. Assim que chegam ao nosso estômago, incham, ocupando um maior espaço dentro dele. Adicione chia a sucos e iogurtes e coma massas integrais.

Beba bastante água

A água funciona como uma drenagem para o corpo, além de manter o organismo e as células sempre hidratadas. Ativa o sistema linfático, desintoxica o corpo e elimina as impurezas pela urina. Tente consumir diariamente, pelo menos três litros.

Faça exercícios regularmente

Praticar atividade física também é essencial nesse momento. Caminhar, correr e andar de bicicleta, além de prazerosos, colabora para manter a forma. Exercícios como agachamentos, levantamento, flexões de braço e abdominais podem ajudar muito na luta contra o efeito sanfona.

COMPARTILHAR FACEBOOK

COMPARTILHAR WHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!