CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DE TAI CHI CHUAN

TAI CHI CHUAN

O Tai Chi Chuan sugere movimentos sutis e relaxantes, que promovem uma melhora da respiração, da mente e do corpo

Uma pesquisa divulgada em 2014 pela Harvard Medical School, apontou o Tai chi chuan, arte marcial chinesa, como uma das atividade mais benéficas para terceira idade.

O tai chi chuan, além de ser uma atividade fácil de ser aprendida, tem um comprovado poder de rejuvenescimento. Seu benefício terapêutico, deve-se a redução da pressão sanguínea, irrigação das juntas e estimulação e circulação do sistema imunológico

Benefícios:

. Melhoria da força, do condicionamento, da coordenação e da flexibilidade

. Melhoria da postura

. Redução da dor e da rigidez nas articulações

. Melhoria no equilíbrio e menor risco de quedas

. Sono melhorado

GRUPO SAUDE

. Maiores consciência, calma e sensação geral de bem-estar

Prevenção de Doenças:

Quando combinado com tratamentos médicos, o tai chi chuan pode ajudar na prevenção de algumas doenças.

Artrite

Um estudo realizado com 40 pessoas pela universidade americana Tufts, uma hora de tai chi duas vezes por semana por um período de três meses melhorou as dores, o humor e a condição física de pessoas com artrite severa no joelho. Outro estudo coreano diz que 16 semanas de prática melhoraram significativamente a flexibilidade e diminui o avanço da doença.

Osteoporose

Estudiosos de Harvard indicaram em uma pesquisa que a prática é um seguro e efetivo meio para manter a densidade óssea em mulheres na menopausa.

Câncer de mama

O tai chi chuan mostrou-se eficaz para melhorar a qualidade de vida e a capacidade física em mulheres que sofrem de câncer de mama e enfrentam efeitos colaterais do tratamento. Um estudo da Universidade de Rochester constatou que a qualidade de vida, a capacidade aeróbica, a força muscular e a flexibilidade das mulheres com câncer de mama melhoraram naquelas que fizeram 12 semanas de tai chi. Enquanto as que não fizeram tiveram essas habilidades pioradas.

Doença Cardíaca

Relatório da Universidade Nacional de Taiwan aponta que um ano de tai chi ampliou a capacidade física, diminui a pressão sanguínea e melhorou os níveis de colesterol, triglicerídeos e insulina nas pessoas com alto risco de doenças cardíacas. O estudo, publicado no Jornal de Medicina Alternativa, não observou as mesmas melhorias no grupo que não praticou o tai chi.

Doenças Respiratórias

Um estudo colaborativo entre o Instituto de Pesquisa de Medicina Tradicional Chinesa da Faculdade de Tainjin e o Hospital de Cirurgia de Tórax de Tianjin analisou pacientes que sofriam de bronquite crônica, asma e enfisema pulmonar. Um grupo praticou tai chi chuan e o outro foi tratado apenas com remédios. O grupo que fez as práticas teve uma melhora mais rápida em relação ao outro.

Hipertensão

Em uma revisão de 26 estudos publicada no Preventive Cardiology, o médico americano Yeh relatou que em 85% dos casos o tai chi reduziu a pressão arterial.

Insônia

Um estudo com 112 idosos saudáveis na Universidade da Califórnia, em Los Angeles, com queixas de insônia moderada, mostrou que, em 16 semanas de tai chi, houve melhora significativa da qualidade e da duração do sono.

AVC

Pacientes que sofreram um AVC e foram submetidos a 12 semanas de tai chi tiveram melhora mais significativa no equilíbrio comparado a grupo submetido a um programa geral de exercícios de respiração e alongamento.