CONHEÇA O CHATO – PEDICULOSE DO PÚBIS

LN-Medicina_e_saude


A pediculose do púbis popularmente chamada de chato é uma infecção da região pubiana que atinge tanto homens quanto mulheres, causando coceira intensa que muitas vezes, acaba lesando a pele, podendo originar infecções bacterianas. Essa doença sexualmente transmissível (DST é) causada por um inseto do grupo dos piolhos, o Phtirus Púbis.

chato 1

A transmissão além do contato sexual, pode ser pelo vestuário, roupas de cama, uso comum de toalhas e vasos sanitários. O inseto instala-se na base dos pelos pubianos, do baixo ventre, coxas, nádegas e pelos nasais onde deposita seus ovos. Também pode ser encontrado nas axilas, pálpebra e supercílios, mas não com tanta frequência. 

Os sintomas dessa DST têm início de uma a duas semanas após o contato com o parasita. A principal queixa é a coceira. Nos locais da picada, podem ocorrer alterações da pele semelhantes à urticária, bolhas e manchas azuladas. O diagnóstico pode ser feito pela observação dos piolhos e das lêndeas na base dos pelos e da presença de parasitas na pele da região afetada.

curtirFB

O tratamento a ser feito baseia-se na aplicação de loções e sabonetes específicos para esta finalidade nos locais infectados para matar os parasitas e os seus ovos. Os medicamentos usados para a combater a escabiose devem ser aplicados nas áreas afetadas (púbis, coxas, tronco, axilas, etc.) conforme recomendação da bula. A aplicação deve ser feita localmente e repetida entre sete e dez dias depois, para combater os ovos que ainda não haviam eclodido. O objetivo da primeira aplicação é eliminar os insetos adultos; o da segunda é acabar com aqueles que ainda não haviam eclodido na primeira aplicação. Quem vive na mesma casa do portador de pediculose pubiana deve receber tratamento preventivo.

GRUPO SAUDE

chato

Recomendações para eliminar a infestação

  • Troque de roupas diariamente. Faça o mesmo com a roupa de cama e de banho todos os dias;
  • Lave as roupas em água quente ou mande lavá-las a seco se não puderem ser imersas em água;
  • Procure certificar-se de que todas as pessoas da família estão tomando os mesmos cuidados;
  • Não se esqueça de repetir a aplicação do remédio sete dias depois da primeira aplicação.

Quanto antes se iniciar o tratamento, menor as chances de proliferação do parasita. Se apenas um membro tiver adquirido a infestação, deverá ter suas roupas higienizadas separadamente.

compartilhar fb