COMO USAR BENGALAS CORRETAMENTE

COMO USAR BENGALAS CORRETAMENTE

UM APOIO IMPORTANTE E MUITAS VEZES NECESSÁRIO

Apesar da bengala ser um instrumento de apoio extremamente simples, trata-se um apoio extra, que melhora o equilíbrio evitando a queda, mas é muito importante saber usá-la, pois o mau uso pode acarretar problemas ainda maiores para a saúde.

Você sabe como usar bengalas corretamente?

TOME ALGUNS CUIDADOS

  • Ajustar a altura correta da bengala
  • Usar a cordinha da bengala em volta do punho para evitar que ela caia no chão
  • Posicionar a bengala ao lado do corpo para não tropeçar nela;
  • Não andar no chão molhado e evitar os tapetes;
  • Ter cuidado ao entrar no elevador e ao usar as escadas para evitar quedas. Calma e equilíbrio são essenciais neste momento.

Quem deve usar bengala

O uso da bengala é recomendado para todos os que precisam de mais equilíbrio para se levantar ou andar. Um bom teste para saber se o indivíduo precisa usar bengala é verificar em quanto tempo ele consegue andar 10 metros. O ideal é andar 10 metros em 10 segundos ou menos. Se o paciente precisar de mais tempo, é recomendado o uso da bengala para conferir mais equilíbrio.

As melhores bengalas são aquelas que possuem ponteiras de borracha e que permitem o ajuste da altura. Normalmente as bengalas de alumínio possuem furos para ajuste da altura e as bengalas de madeira devem ser serradas na medida correta.

Como segurar e usar uma bengala corretamente

1 – Avalie quanta ajuda será necessária.

As bengalas são o suporte mais leve para caminhar e transferem o peso para seu pulso ou antebraço. Geralmente elas são usadas para auxiliar no caso de ferimentos leves ou para aprimorar o equilíbrio. Ela não pode e não deve sustentar uma grande parte de seu peso corporal.

2 – Escolha seu estilo.

Existem várias formas de bengala, a fim de atender às necessidades de diferentes usuários. Entre as variáveis para avaliar estão:

  • Algumas bengalas são destinadas a serem seguradas com a palma da mão e os dedos, enquanto outras podem fornecer também suporte para o antebraço. Qualquer que seja sua escolha, certifique-se que a empunhadura seja solida e manejável, não escorregadia ou muito grande.
  • O cabo é a parte longa da bengala, e pode ser composto por madeira, metal, polímero de fibra de carbono e outros materiais. Alguns são dobráveis, para uma portabilidade mais fácil.
  • A ponta ou parte inferior da bengala geralmente é coberta por uma borracha, para proporcionar uma melhor estabilidade. Algumas bengalas têm três ou quatro ponteiras na parte inferior, em vez de apenas uma, o que lhes permite suportar mais peso. Existem bengalas mais resistentes para pessoas mais obesas.
  • Embora muitas bengalas sejam simples ou sem adornos, não é necessário que você se contente com uma bengala cinza sem criatividade alguma, se não quiser. É possível até mesmo encontrar uma bengala personalizável que corresponda tanto à sua personalidade quanto à sustentação de sua estrutura.

3 – Verifique o comprimento.

Para selecionar o comprimento adequado para sua bengala, fique em pé calçando sapatos e com os braços ao lado do corpo. A parte superior da bengala deve alcançar o vinco na parte de baixo de seu pulso. Caso ela tenha um encaixe adequado, seu cotovelo será flexionado de 15 a 20 graus ao segurar a bengala em pé.

GRUPO SAUDE

  • A altura da bengala geralmente tem cerca de metade da altura de seu usuário, em centímetros, usando sapatos. Use isso como uma regra geral.
  • Se sua bengala for muito baixa, será preciso curvar-se para alcançá-la. Se ela for muito alta, será necessário inclinar-se sobre seu lado lesionado para usá-la. Nenhuma opção é ideal. Uma bengala perfeitamente equipada irá mantê-lo na posição vertical, proporcionando apoio.

COMO USAR BENGALAS CORRETAMENTE

4 – Segure a bengala com a mão que estiver no mesmo lado de sua perna boa.

Parece absurdo, mas é verdade. Se sua perna esquerda estiver machucada, você deve segurar a bengala na mão direita. Se sua perna direita estiver machucada, segure a bengala em sua mão esquerda.

  • Por que isso?

Quando os seres humanos andam, avançam com os pés e balançam as mãos ao mesmo tempo. Mas quando caminham com o pé esquerdo, balançam a mão direita; quando caminham com o pé direito, balançam a mão esquerda. Manusear uma bengala na mão oposta à lesão replica esse movimento natural do braço, dando a mão a oportunidade de absorver um pouco do peso enquanto você caminha.

Se você estiver usando uma bengala para melhorar o equilíbrio, considere colocá-la em sua mão não-dominante, para que possa continuar a usar sua mão dominante para as tarefas diárias.

5 – Comece a caminhar.

Ao dar um passo para frente usando a perna lesionada, mova a bengala para frente ao mesmo tempo e coloque seu peso sobre elas em conjunto, permitindo que a bengala absorva mais tensão do que a perna. Não use-a para dar um passo com sua perna boa. À medida que você se acostumar com a bengala, idealmente ela trará a sensação de ser uma extensão natural de seu corpo.

6 – Para subir escadas com uma bengala

Coloque a mão no corrimão (caso esteja disponível) e a bengala na outra mão. Dê o primeiro passo com a perna forte e traga a perna lesionada até o mesmo degrau. Repita.

7 – Para descer as escadas com uma bengala

Coloque a mão no corrimão (caso esteja disponível) e coloque a bengala na outra mão. Dê o primeiro passo com a perna lesionada e a bengala ao mesmo tempo e desça sua perna forte. Repita.

Muitas vezes o uso da bengala pode (e deve) ser substituído por muletas, andadores e até cadeiras de rodas. Um médico especialista poderá indicar qual deles é o mais indicado para a sua necessidade.

MEDICAMENTO SEMPRE NA HORA CERTA!

PORTA COMPRIMIDOS SEMANAL PILBPOX

PORTA COMPRIMIDOS SEMANAL PILBPOX

COMPARTILHAR FACEBOOK

COMPARTILHAR WHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!