APRENDER IDIOMAS NA TERCEIRA IDADE

APRENDER IDIOMAS NA TERCEIRA IDADE

VIAGEM PELO MUNDO ATRAVÉS DAS LÍNGUAS

Jovem ou idoso, não importa: sempre é tempo de aprender algo novo na vida e nada melhor do que investir o tempo livre da aposentadoria em um curso de idiomas.

APRENDER IDIOMAS NA TERCEIRA IDADE

Sáo várias as vantagens

Praticar alguma atividade mental na terceira idade deixa a mente mais ativa, evitando problemas de memória e demências. Além do benefício para a saúde, também é observado uma melhora no convívio social. Como na sala de aula é preciso interagir com os demais colegas, aumenta a capacidade de interação com outras pessoas, o que contribui para elevar a autoestima, atualizar conhecimento e fazer novos relacionamentos ou amizades.

Para aqueles que pretendem aprender um novo idioma, é preciso deixar claro que nem sempre é uma tarefa fácil, mas encare como um desafio e siga em frente. Com empenho, dedicação e, especialmente, muita paciência o esforço trará bons resultados.

Dicas para aprender idiomas na terceira idade

Veja algumas ótimas dicas para facilitar o aprendizado:

Defina seu tempo

Antes de começar a estudar é preciso organizar o tempo. Liste todas as suas atividades diárias e a quantidade de tempo que dedica a cada uma delas. Veja qual horário é mais acessível para estudar e revisar tudo o que já viu no curso.

Organize-se

O ideal é que o estudo seja concentrado em um espaço adequado, silencioso, iluminado e agradável. Além disso, na mesa de estudos deixe itens que você sabe que usará, como dicionário, livros de consulta, fones de ouvido, cadernos e demais itens, bem acessíveis. Isso vai ajudar a manter-se focado.

GRUPO SAUDE

.Crie uma rotina para o estudo

Um método que ajuda a assimilar melhor o aprendizado é distribuir as horas de estudo em horários diários. O mais recomendado é optar por um estudo realizado quatro vezes por semana, uma hora por dia, do que quatro horas em um mesmo dia. No decorrer do dia, dedique 15 minutos para contato com o outro idioma.

Pratique

Para fixar ainda mais o idioma, a dica é manter o contato com a língua no dia a dia. Ou seja, assista filmes, ouça músicas, leia livros ou jornais, visite sites do país no qual a língua que você estuda é falada porque quanto maior o contato, mais fácil ficará para aprender a língua estrangeira. Além disso, no caso das músicas e do filme, ajuda na pronuncia das palavras.

Persista

Se estiver com dificuldades para aprender, converse com o professor para que ele lhe ajude e oriente sobre quais pontos precisam ser melhorados. Os resultados nunca são imediatos e também não é possível determinar o período exato para a aprendizagem porque inúmeros fatores influenciam. Mas, persevere até aprender.

Avalie o contexto

Evite decorar exercícios ou palavras e termos. Para aprender o idioma corretamente é importante analisar as frases completas e evitar entender apenas as palavras de forma individualizada. Encare o idioma como um novo universo e, dessa forma, descubra suas características especificas.

Perca a timidez

A timidez é um dos maiores obstáculos para o aprendizado. Por este motivo, não tenha medo de errar. Comece a se expressar em público, pois ajuda a treinar a pronunciação da língua estrangeira e o professor pode dar dicas interessantes que aperfeiçoarão a sua fala.

curtirFB

O essencial é que o aluno vivencie o idioma em sua rotina. Aprender idiomas na terceira idade com as vivências traz mais resultados do que as atividades realizadas com áudio e vídeo apenas. Espaços como cozinha, sala de estar e o jardim, devem ser utilizados para as aulas. Se o professor utiliza outras formas de fixação de conteúdo além das tradicionais, que tenham a ver com aquilo que o aluno gosta, o aprendizado fica mais fácil e se torna algo prazeroso. Caso sua escola não tenha essa infraestrutura, convide seus amigos de turma para juntos, realizarem atividades que todos gostem, não se esquecendo que o objetivo é treinar o idioma!

compartilheWHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!