ALZHEIMER REQUER O CARINHO DE TODOS

ALZHEIMER REQUER CARINHO

A importância do carinho e do amor

A doença de Alzheimer requer carinho por parte de todos os familiares, cuidadores, e todos que convivem com o paciente. 

Esse vídeo é uma homenagem às famílias de idosos portadores de males comuns à idade. É um testemunho de que, mesmo nas situações mais difíceis, podemos manter a doçura e o carinho.

Ninguém está livre do risco de perder a memória e a autonomia, mas isso não precisa ser sinônimo de perder a dignidade.

As cenas passam a mensagem perfeitamente  – não se preocupe com as legendas!

A doença de Alzheimer é a mais frequente doença neuro-degenerativa na espécie humana. Trata-se de uma doença que acarreta alterações do funcionamento cognitivo (memória, linguagem, planejamento, habilidades visuais-espaciais) e muitas vezes também do comportamento (apatia, agitação, agressividade, delírios, entre outros), que limitam progressivamente a pessoa nas suas atividades da vida diária, sejam profissionais, sociais, de lazer ou mesmo domésticas e de autocuidado.

GRUPO SAUDE

A doença de Alzheimer não é uma consequência do envelhecimento ou endurecimento das artérias e das veias do cérebro ou falta de oxigênio no cérebro ou causada por estresse, por trauma psicológico ou por depressão. Manifesta-se através de uma demência progressiva, isto é, que aumenta em sua gravidade com o tempo. Os sintomas iniciam lentamente e se intensificam ao longo dos meses e anos subsequentes. Muitos sintomas não ocorrem no início, mas surgem ao longo da evolução da doença.

curta-nossa-pagina-no-facebook

Sintomas da doença de Alzheimer

Na grande maioria dos casos o primeiro sintoma é a perda de memória para fatos recentes. É importante salientar que esta perda de memória deve representar um declínio em relação ao funcionamento anterior e que também deve ser de intensidade suficiente para interferir com o desempenho do indivíduo em suas atividades diárias. Ou seja, uma perda de memória leve e ocasional não deve ser valorizada da mesma forma.

Principais sintomas

  • Perda progressiva da memória, principalmente para eventos recentes;
  • Dificuldade de linguagem, tanto para compreender quanto para expressar-se (ex., dificuldade para encontrar palavras);
  • Dificuldade para realizar tarefas habituais;
  • Dificuldade de planejamento;
  • Desorientação no tempo e no espaço;
  • Dificuldade de raciocínio, juízo e crítica;
  • Em fases mais avançadas, dificuldade para lembrar-se de familiares e de amigos e para reconhecê-los;
  • Depressão;
  • Apatia;
  • Ansiedade;
  • Agitação, inquietação, às vezes, agressividade; muitas vezes com piora no final do dia;
  • Problemas de sono: troca o dia pela noite;
  • Delírios (pensamentos anormais, ideias de ciúme, perseguição, roubo, etc.);
  • Alucinações (alterações do pensamento e dos sentidos, como ver coisas que não existem);
  • Problemas motores, nas fases avançadas: dificuldade de locomoção, etc.;
  • Perda do controle das necessidades fisiológicas, nas fases avançadas
  • Dificuldade para deglutição, nas fases avançadas.

Prevenção contra a doença de Alzheimer

Há medidas gerais que ajudam a preservar a saúde mental e que diminuem o risco de a pessoa ter doença de Alzheimer.

  • Atividade mental regular e diversificada;
  • Atividade física regular;
  • Boa alimentação;
  • Bom sono;
  • Lazer;
  • Evitar maus hábitos: não fumar, beber com moderação;
  • Cuidados com a saúde física geral: tomar os medicamentos corretamente, ir ao médico regularmente.

ALZHEIMER REQUER CARINHO

Quando devo procurar o médico, ou levar meu familiar?

Os 10 sinais de alerta para doença de Alzheimer são:

  • Problema de memória que chega a afetar as atividades e o trabalho;
  • Dificuldade para realizar tarefas habituais;
  • Dificuldade para comunicar-se;
  • Desorientação no tempo e no espaço;
  • Diminuição da capacidade de juízo e de crítica;
  • Dificuldade de raciocínio;
  • Colocar coisas no lugar errado, muito frequentemente;
  • Alterações frequentes do humor e do comportamento;
  • Mudanças na personalidade;
  • Perda da iniciativa para fazer as coisas.

Estágios da Doença

Inicial = Alzheimer leve

  • A pessoa consegue viver de forma relativamente independente, apesar do prejuízo objetivo nas atividades;
  • A perda de memória é leve;
  • Raciocínio relativamente preservado.

Intermediário = Alzheimer moderado

  • Já há risco na vida independente e certo grau de supervisão é necessário;
  • Perda de memória moderada;
  • Prejuízo no raciocínio;
  • Dificuldade de orientação espacial;
  • Dificuldade para comunicar-se.

Avançado = Alzheimer avançado

  • Incapacidade para a vida independente, é necessária supervisão contínua;
  • Impossibilidade de realizar tarefas cotidianas e, mesmo, de cuidar-se (banho, alimentação etc.);
  • Impossibilidade de comunicar-se adequadamente.

A doença progride continuamente, não passa de um estágio direto para o outro. Assim, a pessoa pode encontrar-se, por exemplo, em um estágio entre o inicial e o intermediário ou entre o intermediário e o avançado.

Tratamento

O tratamento da doença de Alzheimer inclui intervenções farmacológicas (medicamentosas) e não farmacológicas. É importante ressaltar que estas medicações têm efeito sintomático e eficácia modesta, embora beneficiando uma parcela significativa dos pacientes.

O tratamento não medicamentoso da doença de Alzheimer inclui programas de atividades específicas para os pacientes. A participação de outros profissionais de saúde, particularmente aqueles que trabalham no campo da reabilitação, como fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, além de profissionais de enfermagem, é de grande importância.

Uma vacina foi anunciada para o tratamento dessa doença que acomete tantas pessoas. Leia sobre isso clicando AQUI.

Os objetivos do tratamento são:

  • Melhorar a memória e as outras funções mentais;
  • Controlar os transtornos de comportamento;
  • Retardar a progressão da doença;
  • Melhorar a qualidade de vida da pessoa doente;
  • Melhorar a qualidade de vida dos familiares e dos cuidadores.

Fonte: http://www.cadastro.abneuro.org/site/

MEDICAMENTO SEMPRE NA HORA CERTA!

PORTA COMPRIMIDOS SEMANAL PILBPOX

PORTA COMPRIMIDOS SEMANAL PILBPOX

compartilhar fbWHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!