ALIMENTAÇÃO PARA IDOSOS – DICAS

ALIMENTAÇÃO PARA IDOSOS

DICAS PARA A ALIMENTAÇÃO PARA O IDOSO

Com a passagem do tempo, e alimentação do idoso exige cada vez mais mais cuidado e empenho dos familiares. De acordo com os especialistas, a mesma birra e dificuldade que as crianças costumam apresentar na hora de comer, reaparecem na velhice.

ALGUMAS CAUSAS

Para os maiores de 60 anos, três fatores, especialmente, comprometem a alimentação nesta fase.

  1. Mudança hormonal – inerente com o passar dos anos, altera o apetite (pode dar mais ou menos fome, dependendo da pessoa).
  2. Dentição – também muda, o que dificulta a mastigação.
  3. Falta de movimento – o que interfere no gasto calórico e na vontade de se alimentar.

PIRÂMIDE ALIMENTAR

Este gráfico foi desenvolvido para você entender como planejar uma boa alimentação para idosos:

ALIMENTAÇÃO PARA IDOSOS

Entenda o gráfico: a base é maior, e significa o que deve estar presente em mais quantidade na alimentação para idosos. Conforme vamos subindo, as quantidades vão diminuindo, e no alto, o que menos deve ser oferecido ao idoso, ok? Então a correta alimentação para o idoso deve ser assim:

  • BASE DA PIRÂMIDE: muita água
  • NÍVEL 2: pães, cereais, arroz e massas
  • NÍVEL 3: frutas e vegetais
  • NÍVEL 4: leites, queijos e carnes
  • NÍVEL 5: gorduras, óleos e doces – evitar

Diferentemente do plano alimentar feito para adultos até 59 anos, as gorduras do bem (castanhas, sardinhas, amêndoas) ocupam mais espaço no prato. As proteínas, por sua vez, e os carboidratos são mais reduzidos. Os exercícios físicos mais intensos são substituídos por meditação e ioga.

TRABALHAR A MENTE

Trabalhar a mente é uma das formas mais eficazes de convencer o idoso a comer melhor. A piora cognitiva, o Alzheimer e a demência senil atrapalham a alimentação para idosos. A nutrição de qualidade favorece o cérebro. E o cérebro ativo também melhora o aspecto nutricional. Muitos idosos podem esquecer que fizeram a refeição ou acreditar que já se alimentaram mesmo estando em jejum.

GRUPO SAUDE

curta-nossa-pagina-no-facebook

Não são apenas essas doenças cerebrais que comprometem a boa qualidade da alimentação para para idosos. Um estudo realizado pelo Ministério da Saúde mostrou que, após os 65 anos, quase 30% deles sofrem de diabetes e 65% têm pressão alta, dois problemas de saúde totalmente influenciados pelas escolhas alimentícias. Outra conclusão é que seis em cada dez nesta faixa-etária estão acima do peso considerado ideal para a altura.

Dicas para a alimentação para o idoso

Assim, da mesma forma que os nutricionistas e pediatras orientam os pais a melhor forma de “educar” a alimentação dos filhos, os geriatras, nutrólogos e especialistas em maiores de 60 afirmam que existem dicas para os filhos e netos auxiliarem os avós a comerem direito.

Hidratação

hidratacao - ALIMENTAÇÃO PARA IDOSOS

Água é a base da pirâmide alimentar dos idosos. Apesar disso, eles dificilmente vão pedir água. O ressecamento (das células, pele e mucosas – típicos com o passar dos anos) faz com eles tenham a sensação de sede diminuída ou quase nula. Por isso, de hora em hora, ofereça um copo d’água e insista para que bebam, mesmo se não quiserem. Isso evita até mesmo complicações cardíacas.

Sopas e sucos

ALIMENTAÇÃO PARA IDOSOS - sopas e sucos

Sopas mais grossas e sucos sem coar são peças-chave da alimentação do idoso. A dificuldade de mastigar por causa das mudanças na dentição, além da dificuldade na digestão (por causa da mudança hormonal) pode dificultar a ingestão de alimentos sólidos. Nos sucos, misture alimentos como couve, agrião e salsão.

Lanches pequenos

ALIMENTAÇÃO PARA IDOSOS - lanches pequenos

O esquecimento é mais frequente entre os maiores de 60 anos. Atrelado a ele, há a dificuldade em comer grandes quantidades. Por isso, os pequenos lanches, sempre com alto valor nutritivo, aquecem o estômago e aguçam a memória. Opções são banana, abacate e os purês. Evite adicionar sal no preparo e realce o sabor com temperos naturais.

Alimentos com baixo índice glicêmico

ALIMENTAÇÃO PARA IDOSOS - indice glicemico

A alimentação para idosos deve abusar dos alimentos com baixo índice glicêmico. São tipos de comidas que podem até ter calorias, mas dificultam o acúmulo de gordura. Os exemplos são todos os produtos da linha integral (pães, massas e arroz), além da aveia e do ovo. Gorduras do bem também são indicadas, pois em pouca quantidade já aumentam a saciedade.

Conversa e atenção

ALIMENTAÇÃO PARA IDOSOS - atenção

Toda receita de sucesso para a boa alimentação para idosos tem o diálogo como ingrediente. Não adianta não conversar com o seu pai ou avô. As dificuldades alimentares, assim como as restrições – no caso de diabetes, por exemplo – podem ser novidades para eles. Por isso, explique tudo, tintim por tintim. Saber os benefícios dos alimentos, pode ajudar na hora de oferecê-lo. Uma maçã fica até mais saborosa quando é revelado que ela fortalece o cérebro, ajuda no combate ao câncer e na disposição.

compartilhar fb

WHATSAPP

CallReceitas

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!