ACUPUNTURA PARA IDOSOS – MEDICINA ORIENTAL

ACUPUNTURA PARA IDOSOS - MEDICINA ORIENTAL

MEDICINA MILENAR PARA A TERCEIRA IDADE

Nas últimas décadas, a terceira idade é o grupo populacional que mais cresce nos países desenvolvidos e em desenvolvimento. Ficar mais velho não é apenas sentir o peso do tempo e muito menos tornar-se um doente.

Hábitos saudáveis, atividades físicas e exercícios para a mente colaborarão e muito, para um envelhecimento saudável. Promove boa qualidade de vida, minimiza as alterações próprias da idade. Além de  atuar prevenindo doenças que costumam aparecer após os 60 anos.

ACUPUNTURA PARA IDOSOS - MEDICINA ORIENTAL

MEDICINA VOTADA AO ENVELHECIMENTO

Há séculos a medicina tradicional chinesa preocupa-se com o envelhecimento. Para manter a saúde, é recomendado um modo de vida constante e regular com quantidades adequadas de trabalho e repouso. Deve-se evitar excessos de qualquer espécie (de alimentos, álcool, trabalho, sexo).

Pratique exercícios adequados à constituição física do corpo, mantenha o espírito calmo e atitude positiva perante a vida. Fique atento e procure adaptar-se às mudanças climáticas.

TRATAMENTO SEM CONTRAINDICAÇÕES

A acupuntura não tem contraindicação e tem efeitos benéficos na redução da dor, na ansiedade, no sono, nos sintomas de depressão leve entre outros. Muitas vezes permite que a quantidade de medicação do idoso seja reduzida. Diminui com isso os vários efeitos colaterais, como a gastrite, normalmente desencadeada pelos anti-inflamatórios.

GRUPO SAUDE

TRATAMENTO INDIVIDUALIZADO

Um dos principais preceitos da acupuntura, recomenda aplicá-la conforme as condições da pessoa. Idosos frágeis e crianças devem ser agulhados com menor profundidade de inserção e por menos tempo. Isso por que a estimulação excessiva pode cansar o paciente.

A estimulação de pontos de acupuntura através de calor gerado pela queima de uma erva chamada Artemísia, pode ser indicada para fortalecer o organismo. Não se recomenda o uso da acupuntura em certas situações extremas. Sáo elas a desidratação, hemorragias severas, ou pessoas muito debilitadas ou assustadas. O idoso pode responder mais lentamente ao tratamento.

ACUPUNTURA PARA IDOSOS - MEDICINA ORIENTAL

DOR, REABILITAÇÃO E TERAPIA

A acupuntura se destaca em três áreas da geriatria: dor, reabilitação de AVC e terapia adjuvante. Atua em doenças diversas, como depressão leve e doenças respiratórias.

Entretanto, sempre é bom ressaltar que é fundamental procurar o diagnóstico pela medicina ocidental e tratá-los devidamente para otimizar os resultados e não mascarar doenças severas.

AS DORES NA TERCEIRA IDADE

No idoso são frequentes as dores articulares, as dores musculares, muitas vezes associadas à osteoartrite, as neuropatias periféricas, as dores por câncer, as coronariopatias, bem como dores isquêmicas por doença vascular periférica e cãibras em membros inferiores. Patologias típicas da terceira idade, como arterite temporal e polimialgia reumática devem ser lembradas na investigação de cefaléias e de dores difusas pelo corpo, respectivamente.

ACUPUNTURA PARA IDOSOS - MEDICINA ORIENTAL

O tratamento da dor tem como objetivos clínicos, tratar especificamente sua causa, reduzir a dor, melhorar a capacidade funcional, o sono, o humor e a socialização do paciente. Na seleção dos tratamentos é de suma importância considerar a causa e o mecanismo fisiopatológico envolvido, o estado funcional e emocional do paciente, suas condições clínicas e doenças associadas, e o tratamento em si. No caso de tratamento medicamentoso, considerar a farmacologia da droga a ser usada.

Pacientes portadores de neuropatias diabéticas, do trigêmeo e pós-herpética também podem se beneficiar do tratamento com acupuntura. Os resultados mostram redução na intensidade e frequência da dor, melhora na qualidade de vida, no sono, e diminuição na quantidade de medicamentos utilizados.

TRATAMENTO DO AVC

O acidente vascular cerebral (AVC) é uma causa comum de incapacidade no idoso. O AVC pode ser de originário da diminuição do fluxo sangüíneo (isquemia) ou hemorrágica. A Organização Mundial de Saúde considera desde 1979 a paresia (diminuição de força) pós AVC uma condição clínica possível de tratamento por acupuntura. A acupuntura mostrou-se efetiva na redução de severidade da paresia, dependendo da localização e da extensão do AVC. A acupuntura pode ser benéfica tanto para os casos agudos como crônicos de AVCs, especialmente se associada com fisioterapia. Melhores resultados são observados quando a acupuntura é instituída dentro de 24 a 36 horas após o episódio do acidente isquêmico. Nos casos de acidente hemorrágico, é recomendado esperar até que o sangramento tenha sido controlado e o quadro estabilizado, em geral após duas a três semanas.

O tratamento consiste em pelo menos 3 sessões semanais nos casos agudos e 2 vezes por semana nos casos crônicos, num total de 20 a 40 tratamentos, durante mais ou menos 2 meses. Pode ser potencializado com estimulação elétrica. A técnica de acupuntura escalpeana, ou agulhamento do couro cabeludo, também é utilizada no tratamento de AVC com bons resultados.

ACUPUNTURA IDOSOS - MEDICINA ORIENTAL

DEPRESSÃO

A depressão é uma doença frequente no idoso e seu tratamento envolve psicoterapia e tratamento medicamentoso. A acupuntura, quando associada à terapia medicamentosa e ou apoio psicológico, pode apresentar efeitos benéficos adicionais na redução de sintomas da depressão leve e da ansiedade, como abreviar o tempo de melhora de sintomas depressivos, já que os antidepressivos demoram duas a quatro semanas para aliviar a depressão. Nos casos leves pode diminuir o uso de drogas e consequentemente diminuir as complicações advindas dos medicamentos.

APARELHO RESPIRATÓRIO

A asma e bronquite crônica também podem ser tratadas em associação com acupuntura. Estudos preliminares demonstraram benefício adicional da acupuntura em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

A acupuntura também pode ser utilizada no tratamento de disfunção sexual masculina e de incontinência urinária.

Considere a acupuntura um tratamento auxiliar muito efetivo mas que não substitui o tratamento de doenças por medicamentos prescritos por profissionais capacitados e habilitados.

COMPARTILHAR FACEBOOK

COMPARTILHAR WHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!