ÁCIDO ÚRICO CAUSAS E ALIMENTAÇÃO CORRETA

ÁCIDO ÚRICO CAUSAS E ALIMENTAÇÃO CORRETA

GOTA: INFLAMAÇÃO E DORES

O aumento do ácido úrico sempre foi associado a excessos na alimentação e no consumo de álcool, facilitando a gota, que é uma inflamação das articulações muito frequente em todo o mundo, a obesidade e o aumento do risco cardiovascular.

O QUE É A GOTA?

A gota é um tipo de artrite que ocorre quando o ácido úrico se acumula no sangue e causa inflamação nas articulações. Frequentemente é acompanhada de dor, sobretudo nas articulações dos pés, com impacto significativo na qualidade de vida dos doentes, bem como na sua produtividade. O número de casos aumentou substancialmente nos últimos anos, possivelmente pelas mudanças na alimentação e nos estilos de vida e pelo aumento da obesidade. Além disso, a hiperuricemia tem sido associada ao desenvolvimento de pedra nos rins (litíase renal), doença renal crônica e doenças cardiovasculares, como a hipertensão arterial e a diabetes. É muito importante prevenir e controlar o aparecimento de hiperuricemia.

Há dois tipos diferentes de gota:

Gota aguda:

É uma doença dolorosa que normalmente afeta uma articulação

Gota crônica:

Consiste em episódios repetidos de dor e inflamação que podem envolver mais de uma articulação.

ÁCIDO ÚRICO CAUSAS E ALIMENTAÇÃO CORRETA

A GOTA E A ALIMENTAÇÃO

O consumo excessivo de carne, peixe e marisco está associado a níveis mais elevados de ácido úrico. Consequentemente, um maior risco de gota.

GRUPO SAUDE

As carnes que apresentam maior risco são as de vaca, porco e cordeiro, sendo que, entre os peixes, os mais oleosos, como as sardinhas, o salmão, a truta e o atum.

As bebidas alcoólicas também têm sido amplamente associadas ao desenvolvimento da gota, já que um grande número de indivíduos com hábitos alcoólicos (particularmente cerveja) apresenta níveis elevados de ácido úrico. O consumo contínuo de álcool está associado ao aparecimento de gota e a um número maior de crises.

O consumo de refrigerantes e sucos de frutas adoçados, contribui para esta doença, bem como o chocolate, as gomas, os bolos e as geleias, entre outros, enquanto o consumo de lacticínios, especialmente produtos magros, uma ou mais vezes ao dia, parece diminuir os níveis de ácido úrico. Alimentos como o feijão, lentilhas ou outras leguminosas e os legumes em geral, diminuem a hiperuricemia, apesar de muitas vezes se ouvir dizer o contrário.

ÁCIDO ÚRICO CAUSAS E ALIMENTAÇÃO CORRETA

FRUTAS

A maioria das frutas não altera os níveis de ácido úrico no sangue, como a melancia, a tangerina, a laranja, a maçã, o abacaxi e os morangos. Mas algumas frutas mais doces (como figos, bananas, uvas e pêssegos), podem causar hiperuricemia. A prevenção é a estratégia mais eficaz.

Fatores de risco

  • Histórico familiar, uma vez que a doença pode ser genética
  • Gênero: gota é mais comum em homens
  • Alimentação desequilibrada
  • Mulheres após a menopausa
  • Ingestão excessiva de álcool
  • Uso de determinados medicamentos diuréticos
  • Hipertensão
  • Diabetes
  • Colesterol alto
  • Altos níveis de gordura corporal

Uma alimentação saudável é fundamental, incluindo o consumo de cereais integrais, vegetais, frutas, frutos secos, leguminosas e lacticínios magros.

Sempre associados à prática regular de atividade física. Não se esqueça disso.

O peixe e as carnes brancas podem ser consumidos esporadicamente. Deve-se evitar excessos de lacticínios gordos, ovos, carne vermelha, doces e bebidas alcoólicas.

Se os cuidados alimentares não forem suficientes e os níveis de ácido úrico permanecerem elevados, o seu médico poderá prescrever medicamentos. O uso diário de alguns remédios diminuem os níveis de ácido úrico no sangue e ajudam no controle da gota.

MEDICAMENTO SEMPRE NA HORA CERTA!

PORTA COMPRIMIDOS SEMANAL PILBPOX

PORTA COMPRIMIDOS SEMANAL PILBPOX

COMPARTILHAR FACEBOOK

COMPARTILHAR WHATSAPP

– – – 0 0 0 – – –

GOSTOU DESTE ARTIGO? TEM MUITO MAIS!